Nicolás Maduro inicia campanha respaldado por Lula

3 abr

O primeiro dia oficial de campanha do candidato chavista às eleições presidenciais da Venezuela partiu da casa onde foi criado Hugo Chávez, em Sabaneta, no estado de Barinas. No segundo ato de campanha, já em Maracaibo, no estado de Zulia, Maduro exibiu a multidão vídeo gravado por Lula.

Por Vinicius Mansur, da Carta Maior

Caracas – Apoiando-se em todo o legado do ex-presidente Hugo Chávez, o candidato Nicolás Maduro iniciou sua campanha eleitoral nesta terça-feira (2) na casa onde o “comandante supremo” foi criado, na cidade de Sabaneta, no estado de Barinas, no ocidente venezuelano. No segundo ato de campanha, já em Maracaibo, no estado de Zulia, Maduro exibiu a multidão vídeo gravado por Lula.

Em Sabaneta, a partir da casa que pertenceu à avó de Chávez e hoje é sede do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Maduro partiu dirigindo um ônibus e liderando uma carreata por cerca de 75 km até a capital do estado de mesmo nome, Barinas, onde comandou um comício multitudinário. “A partir do dia em que me juramentem como presidente vou, com os vice-presidentes e ministros, dirigindo eu mesmo um ônibus, recorrer a pátria inteira para governar com o povo”, disse, agregando em seguida: “Vamos governar na rua, temos que romper o burocratismo do esquema de poder burguês”.

Tanto no comício de Barinas, como no de Maracaibo – capital do estado Zulia, onde os chavistas realizaram comício no final da tarde – Maduro exibiu, em vídeo, o momento em que Chávez o escolheu como sucessor. “Por que me postulei? A quem represento? Sou um burguês? Já fui? Represento a burguesia? “, indagou a multidão que lhe respondia com um estrondoso“não” a cada pergunta. “Não sou ambicioso, não sou personalista. Se estou aqui é porque estou cumprindo a ordem do nosso comandante Hugo Chávez”, enfatizou.

Maduro também rebateu as críticas da oposição que, tal qual editoriais recentes da mídia tradicional brasileira, o acusaram de ser apenas “uma sombra de Chávez”. O candidato afirmou que “burguesia é incapaz de entender e de respeitar o amor e a espiritualidade que nós temos”, levando a massa chavista aos gritos de “não voltaram!”.

No comício em Maracaibo, o candidato chavista exibiu o vídeo de apoio http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=OhhMlre4MFs gravado por Lula. Nele, o ex-presidente brasileiro recorda e elogia o trabalho feito por Maduro quando chanceler da Venezuela e finaliza: “Maduro presidente é a Venezuela que Chávez sonhou”.

Após a exibição de quase 2 minutos, Nicolás Maduro agradeceu a Lula “por todo amor que deu a Chávez e todo apoio à Revolução Bolivariana”, embalou a multidão a cantar o nome de Lula ao ritmo de “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula” e disse que o petista sofreu dos mesmos preconceitos que ele sofre da burguesia por sua origem de classe.

O candidato da oposição, Capriles Randonski, afirma desde a campanha presidencial de 2012 que quer ser eleito para governar como Lula. As eleições acontecem no próximo dia 14 de abril e a campanha até 11.

*Com informações de Venezoelana de Televisión

Anúncios

Uma resposta to “Nicolás Maduro inicia campanha respaldado por Lula”

  1. Dinilson 4 de abril de 2013 às 08:36 #

    Vamos juntos com Nicolás Maduro.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: