Arquivo | janeiro, 2013

Ato ecumênico pela saúde do presidente Chávez, dia 2/2, em Brasília

31 jan

Movimentos sociais do Distrito Federal em solidariedade à Revolução Bolivariana: ato ecumênico pela saúde do Presidente Chávez 02/02- 10h – Embaixada da Venezuela

Prezados companheiros,

Nós, militantes de movimentos sociais, entidades estudantis, sindicais e partidos políticos do Distrito Federal, nos reuniremos uma vez mais em torno da integração dos povos latino-americanos. Agora, em solidariedade a uma figura de extrema importância para a trajetória de emancipação de nosso povo, símbolo atual de nossos anseios, o Presidente da Venezuela Hugo Chávez.

A delicada situação de saúde do Presidente Chávez tem trazido à tona não apenas vozes golpistas internas na Venezuela, mas uma intensa campanha internacional contra os interesses legítimos dos povos em luta. Por isso, diversos países do nosso continente sediarão atos ecumênicos em solidariedade à saúde do Presidente Chávez no próximo sábado. No Brasil, este ato acontecerá em Brasília.

Esperamos a todas e a todos para um ato ecumênico a ser realizado no próximo SÁBADO, 02/02, às 10h, na Embaixada da Venezuela (SES Av. das Nações, Quadra 803, Lote 13). Cada um com sua crença, com sua fé, com sua dedicação à construção de uma América Latina livre, terá papel fundamental!

Saudações de luta e fé,

Comitê Brasil está com Chávez

Anúncios

Dia 4/2: Ato em SP em solidariedade ao povo venezuelano e à Revolução Bolivariana

29 jan

Companheiros e companheiras,

A América Latina está vivendo dias decisivos para a consolidação de um modelo antineoliberal e antiimperialista, que vem sido posto em movimento pelos povos nas últimas duas décadas. Neste sentido, o fortalecimento da Revolução Bolivariana na Venezuela é central para o presente e um futuro de lutas.

No dia 04 de fevereiro de 1992, um levante popular liderado pelo futuro presidente Hugo Chávez, marca o início de um período de lutas pela autodeterminação dos povos latinoamericanos, por um continente mais justo, solidário e livre do neoliberalismo.

Neste momento de ataques e tentativas de desestabilização, convocamos os movimentos sociais brasileiros a prestar sua solidariedade ao presidente Hugo Chavez Frias, ao povo venezuelano e à Revolução Bolivariana, relembrando os 21 anos do levante e vislumbrando o futuro revolucionário da Venezuela e de toda a América Latina.

Esperamos todas e todos no dia 04/02, segunda-feira, às 16 horas no Consulado Geral da República Bolivariana da Venezuela em São Paulo (Rua General Fonseca Teles, 564 – Jardim Paulista).

Mostremos a força de nosso povo, e nossa disposição de luta por uma América livre, solidária e socialista!

Viva a Revolução Bolivariana!

Viva o Presidente Chávez!

Viva Nuestra América!

Articulação Continental dos Movimentos Sociais da ALBA – Brasil

Em Brasília, organizações sociais realizam ato em apoio ao povo venezuelano

11 jan

Imagem

Na noite desta quinta-feira (10/01), data marcada para o início do novo mandato do presidente reeleito Hugo Chávez, representantes de movimentos sociais, partidos políticos e organizações sindicais, foram até a embaixada da Venezuela, em Brasília, prestar apoio e solidariedade ao povo venezuelano.

A atividade aconteceu no mesmo dia em que a população venezuelana foi às ruas, mesmo sem a presença do presidente Chávez – que se encontra em Cuba, realizando tratamento médico – para defender a continuidade do processo da Revolução Bolivariana. Uma multidão foi até o Palácio Miraflores “tomar posse” e assegurar que a vontade dos mais de 8 milhões que reelegeram Chávez nas eleições de outubro passado seja respeitada.

Nei Zavaski, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), saudou o povo venezuelano em nome do comitê do Distrito Federal da “Campanha Brasil Está Com Chávez” e ressaltou que, ao contrário do que diz a mídia internacional, o processo venezuelano da Revolução Bolivariana é tocado pelo povo organizado e não somente por um “caudilho”.

“Desejamos que o presidente conclua seu tratamento e volte para construir, junto com seu povo, o processo da revolução bolivariana que tanto tem ajudado aos venezuelanos e aos povos de outros países”, afirmou Nei Zavaski. O militante ainda ressaltou o papel da juventude na construção de “um país soberano”.

Imagem

Lições de Chávez

O jornalista Beto Almeida, membro da Junta Diretiva da Telesur, afirmou que o presidente Chávez cumpre uma função história no mundo, “a da construção do socialismo”. Segundo ele, o presidente sempre deixa lições à população e, uma delas, é a de construir seus próprios meios de comunicação. “Chávez é uma grande comunicador, mas também um grande construtor de comunicação. Aqui no Brasil, também temos que construir nossa própria mídia”, afirmou.

Para o jornalista, outra lição ensinada por Chávez é a da união cívico-militar, “indispensável para o triunfo de qualquer revolução”.

A Campanha Brasil está com Chávez

A “Campanha Brasil está com Chávez” nasceu da percepção de que o Brasil teve um papel político importante na disputa eleitoral travada na Venezuela durante as eleições presidenciais de 7 de outubro de 2012, uma vez que a direita venezuelana e brasileira buscam impedir a continuidade e aprofundamento da chamada Revolução Bolivariana.

Por isso, partidos políticos, organizações sindicais, movimentos sociais e entidades estudantis brasileiras criaram a “Campanha Brasil está com Chávez”, realizaram e realizam diversas atividades em apoio à reeleição do presidente Chávez e ao povo venezuelano.

 

A atividade de solidariedade ao povo venezuelano contou ainda com a presença do embaixador da Bolívia, Jerjes Justiniano Talavera; do embaixador de Cuba, Carlos Rafael Zamora Rodríguez; e de membros do corpo diplomático do Equador.Imagem

%d blogueiros gostam disto: